O que é design thinking?

O design thinking é uma abordagem que pode ser aplicada na elaboração de um novo produto, serviço ou até mesmo para adequar procedimentos internos da empresa. O design thinking busca encontrar soluções inovadoras, criativas e com foco nas necessidades do mercado, nas dores do cliente e não somente em dados e números. Não há uma fórmula para se fazer design thinking, por isso não pode ser tratado como uma metodologia. A solução é encontrada de forma colaborativa com uma perspectiva de empatia (se colocar no lugar) de todos os envolvidos no processo, criadores e consumidores.

O que é design thinking?

Um exemplo prático pode ajudar a compreender melhor a ideia de design thinking. O desenvolvimento do equipamento para fazer exames de ressonância magnética foi considerado uma revolução nos diagnósticos por imagem. Porém, se o exame já é extremamente incômodo para um adulto, imagine para uma criança? Se colocando no lugar das crianças, a empresa GE criou o GE Adventure Series com a sala de exames toda caracterizada em um cenário de aventura com histórias que se desenvolvem ao longo do procedimento. Com isso, o Hospital da Criança de Pittsburgh teve o número de sedações reduzidas drasticamente.

Passos do design thinking

Identificação das oportunidades para inovações

Teve uma ideia e quer saber se há mercado para ela? O primeiro passo é fazer todo o processo de pesquisa, quantitativa, qualitativa, reuniões com grupos multidisciplinares, estudos de viabilidade financeira, etc.

Desenvolvimento

Aqui começa o design thinking. Vale usar os post-its para se colocar no lugar dos usuários e ir anotando as ideias para criar um perfil desta pessoa que vai utilizar seu produto ou serviço. Nesta fase, as ideias devem correr livremente e sem julgamentos. Quanto mais informações disponíveis, melhor será o desenvolvimento. Se o produto a ser desenvolvido for uma carteira de dinheiro, por exemplo, é possível ver com cada membro da equipe como são suas carteiras e o que poderia ser melhorado. Surpreendentemente, alguém pode estar usando uma carteira feita de madeira, o que mostra que essa pessoa busca uma conexão com a natureza e daí surgir um novo nicho.

Prototipagem

Nesta etapa, dê forma ao seu produto, que não precisa ser uma versão acabada. Utilize materiais simples e baratos. A depender do produto, vale iniciar com papel, cola e fita crepe para depois seguir com um protótipo mais robusto. Esta fase é importante para fazer ajustes no desenvolvimento, testes com os usuários e pivotar (mudar) o projeto, caso surja um novo insight.

Aplicações do design thinking

O design thinking não se restringe ao desenvolvimento de um novo produto ou serviço. Pode ser usado pela equipe de vendas para compreender melhor o cliente e melhorar as técnicas de persuasão. O planejamento estratégico também pode usar essa abordagem para, em vez de ter os olhos no retrovisor, os gestores possam olhar para a frente em busca de inovação. Finalmente, as equipes de brainstorm encontram no design thinking um grande aliado para dar vazão às novas ideias com foco no cliente com maiores chances de sucesso.  

Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
Oldest
Newest
Inline Feedbacks
View all comments
trackback
Canvas Business Model: faz ideias de negócios darem certo
1 ano atrás

[…] e números, nada dinâmico, rápido e direto. Analisando esse cenário, e utilizando conceitos do design thinking, Alex Osterwalder desenvolveu na sua tese de mestrado o Canvas Business Model (e virou até […]

RUzySlqPsLcKrhi
RUzySlqPsLcKrhi
11 meses atrás

LBAyfRHcSUQDC

BUvCVkOFuJGKtqe
BUvCVkOFuJGKtqe
11 meses atrás

kIqhbARCnEfvgNGx